Ouça a Rádio ao Vivo

End: Praça São Vicente S/N Pau Ferro – Centro - Formosa, GO | Tel: (61) 3631.1796

Horários: Domingos às 08h00 e às 19:30 na Igreja São José Operário e às 10h00 na Igreja Santa Luísa de Marillac
Ver mais

Mensagem do pároco › 13/05/2021

Como manter uma amizade entre grupos de amigos?

Uma pergunta _ no seu ciclo de amizades cai bem! _: como manter uma amizade entre grupos de amigos quando se quer manter a amizade com os membros que vivem se alfinetando? Todavia, o ciclo de amizade que os envolvem está te tirando a paz. E trás uma angústia muito grande por estar entre duas ou mais pessoas que são amigas, mas devido o talento de cada uma, causa em um deles um ciúme, o qual representa, por ora sofrimento em sua vida. Por outro lado, isso significa cultivar amizades, você está sendo uma ponte entre seus amigos, eles que também, como se pode perceber, tem grande estiva por cultivar com você uma amizade.

Cada um “usa” você para se chegar ao outro ou aos outros. É uma consequência da afinidade entre vocês. Você não precisa permanecer sendo ponte. Basta que tenha a firme decisão de não ser este veículo de cizânias para eles. Escute, se possível, porém não dê vida ao que chegar em seus ouvidos. Seja você o ponto final para as ofensas deles. Quando você consegue mostrar para eles, sem precisar de usar palavra alguma, que o mais importante são eles, com suas dores e que os desatinos que venham ocorrer entre eles não tem mais relevância que a sua amizade com cada um deles. Não dar importância ao problema, mas na pessoa que deseja ser enxergada pode fazer com que ela mesma abandone seu estado de vitimização e se perceba a partir daquilo que os uniu: a amizade.

Para não ser ponte em uma relação onde envolve mais de dois amigos, além de não dar “feedbacks” entre eles teria a possibilidade drástica da cisão para não escutar as partes. Contudo, quando a amizade entre todos foi se enraizando a partir de uma amizade entre um dos envolvidos do ciclo, fica difícil querer romper, “não querer escutar mais”, uma das partes. Aliás, a opção mais atraente é escutar sem se obrigar em ter que comunicar uma das partes. Não se pode apagar o desejo de continuar com as amizades. Deste modo, romper com o “escutar” poderia representar um estremecimento na relação amigável de todos.

Isso mesmo! Não falar nada, quer dizer, não tomar a defesa de nenhum faz com que você continue cultivando a sua amizade com cada um deles. Destarte, o dia que eles se entenderem e superar as invejas que uns cultivam do talento dos outros, você continuará como sempre esteve: sendo amigo de todos. Por fim, sua amizade com cada um seguirá no mesmo compasso de qualquer relacionamento amigável tendo com uma pessoa mais afinidade e confiança do que com todos os outros.

Padre Joacir d’Abadia, filósofo, autor de 15 livros / Contato: 61 9 9931-5433

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *